Livro Grátis - CORTESIA

Envie um e-mail para o autor - dcremoisp@yahoo.com.br e solicite o arquivo do livro no formato pdf.

Índice
Resumo

Adquira o Livro impresso
Compre diretamente na Editora Appris>>


Índice
Resumo

 

Aulas I/2018

Introdução à filosofia - Ciências sociais (DCG)
Ciência Política - Administração

Análise de Conjuntura Política 2018

3. Análise/opinião:

A condenação política de Lula - 26/01/2018 atualizado às 23:30 Assista>>

Tivemos na última quarta feira – dia 24 de janeiro de 2018, o julgamento da apelação levantada pelo ex-presidente Luiz Inácio da Silva junto ao Tribunal Regional Federal da quarta região (RS, SC e PR). Importante lembrar que Lula já havia sido condenado pelo Juiz Sergio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão ainda no ano passado, pela suposta acusação ter recebido da empresa (OAS) um apartamento triplex no Guarujá em São Paulo em troca de contratos junto a Petrobras. Como sabemos, a apelação de Lula não foi apenas rejeitada mas teve sua condenação aumentada para 12 anos e um mês de prisão pelos desembargadores do TFR-4. Diante do fato talvez seja pertinente levantar algumas considerações:

a) O que causou espanto, foi a impressionante velocidade do julgamento de Lula contrariando a conhecida morosidade da justiça brasileira. Qual seria o motivo do desembargadorevisor Leandro Paulsen acelerar o processo de Lula passando na frente de outros 257 processos da Lava Jato?

b) Tempo recorde também para Paulsen ler o processo. Ainda no ano passado Leandro Paulsen demorou 6 dias para avisar a Secretaria da Oitava Turma que seu posicionamento já estava pronto e poderia ser colocado na pauta do Tribunal. (Sua decisão já estava tomada).

c) Um dos argumentos citado pelos desembargadores para condenar Lula foi que “ninguém está acima da Lei. Na verdade não é bem assim, no Brasil, alguns políticos sim, estão acima da lei. Provas é que não faltam para Temer, Jucá, Aécio, Moreira Franco e José Serra entre outros. Aliás, no mesmo dia que Lula foi condenado a procuradora-geral da República, Raquel Dodge pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o inquérito que investiga o senador José Serra (PSDB-SP) pelo suposto crime eleitoral de caixa 2 fosse arquivado. Motivo? Prescrição do caso, em outra palavras, caiu no esquecimento. Conclusão, no Brasil, alguns estão sim, acima da lei.

d) Também não é surpresa para ninguém a ausência de imparcialidade do juiz Sergio Moro e demais procuradores no caso. Todos sabem das preferências políticas do juiz Moro (abraçado a políticos do PSDB).

e) Qual foi a prova contundente para a condenação de Lula? Nenhuma prova foi apresentada concretamente.

Por fim, a condenação do ex presidente Lula é a continuidade do golpe parlamentar, midiático e empresarial e, porque não dizer, um jurídico, que afastou Dilma do poder e só será consumado com a prisão de Lula e sua inelegibilidade nas eleições de outubro. Este é o grande temor do capital e de setores da classe média: que Lula volte ao poder. Até lá, muita água vai rolar.

 

2. Entrevista:

Falência do Estado diante da violência. Assista entrevista RBS>> 11/01/2018 atualizado às 22:30


1. Análise/opinião:

Pena de Morte: Para quem? Assista>> 08/01/2018 atualizado às 17:30

 

Resultado de imagem para gold instrumental florianopolis

Compartilhe

Netflix códigos acesse>>